Governo da China ameaça vender casa de pastor preso e deixar sua família desabrigada

Governo da China ameaça vender casa de pastor preso e deixar sua família desabrigada

Um pastor evangélico chinês que foi preso pelas autoridades do país está enfrentando uma situação desesperadora. O governo emitiu uma notificação de venda de sua casa, e os familiares alegam que a ação é uma forma de pressionar o pastor a confessar a culpa.

A prisão do pastor Zhang Shaojie e sua condenação aconteceram sob a acusação de crimes que teriam sido “inventados” para prejudicá-lo, segundo informações do China Aid.

Zhang foi condenado a 12 anos de prisão por “reunir uma multidão para perturbar a ordem pública”. Além da sentença de perda da liberdade, o pastor deveria pagar uma multa de 700 mil yuanes, o equivalente a US$ 114 mil.

O pastor tem esposa e dois filhos, além de cuidar de sua mãe, com 78 anos de idade, e seu pai, com 80. Sem condições de pagar a multa, um novo processo foi aberto contra Zhang para quitação da dívida. Caso as autoridades chinesas levem o caso adiante, a família do pastor pode ficar desabrigada.

Zhang dirigia uma congregação na província de Nanle antes de sua prisão, e os membros da igreja dizem que os funcionários do governo têm pressionado o pastor para “renunciar Jesus” e confessar-se culpado.

O anúncio de venda da casa seria uma das estratégias de pressão que o governo estaria usando contra Zhang. A pressão pela apostasia estaria sendo usada pelas autoridades como uma tentativa de desmoralizar a fé cristã. Caso o pastor ceda às pressões, seu caso seria usado como forma de desacreditar a mensagem do Evangelho.

Ore pelo pastor Zhang e sua família, e também pela Igreja Perseguida ao redor do mundo. Diariamente, milhões de cristãos enfrentam todo tipo de adversidade por escolherem seguir a Jesus Cristo.

http://noticias.gospelmais.com.br/china-ameaca-vender-casa-pastor-deixar-familia-72962.html